E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração. (1 Pedro 4:7)

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

PÚLPITO NÃO É ''CASA DE MÃE JOANA!!!"


Para todo aquele que preza pelo cristianismo bíblico, causa tristeza atentarmos para a forma como o púlpito de nossas igrejas vem sendo utilizado. Por vezes, presenciamos coisas tão absurdas que até mesmo chegamos a duvidar que de fato estamos na "Casa de Deus". Dentre os “bereanos”, algumas coisas devem ser ponto pacífico. Dessa maneira, elenco aqui algumas atitudes que não devem ser tomadas por aqueles que ocupam a tribuna, sejam eles pastores, cooperadores ou cristãos em geral. E vocês hão de concordar comigo:

1. Vociferar e agredir verbalmente companheiros de ministério, salvo disposição contida em I Tm 5.20, que é um caso à parte.

2. Contar historinhas, testemunhos e “tristemunhos” intermináveis, que, mormente não edificam ninguém, e esquecer-se da exposição da Palavra;

3. Fazer campanha política, para si ou para outrem, tampouco usar o púlpito e/ou a carreira ministerial como trampolim para a vida pública;

4. Contar vantagem ou se gabar de sua aparência. Por incrível que pareça, já vi “pregadores” afirmando, durante a ministração da Palavra, que devido à sua beleza exterior eram muito cortejados pelas irmãs...

5. Ficar de bate-papo com os demais ministros e cooperadores, enquanto alguém está com a oportunidade. Isso porque é uma falta de respeito agir com tal desdém para com um companheiro, como se o mesmo não tivesse nada interessante para falar. Exceção deve ser feita para os casos em que realmente seja necessário trocar com alguém palavras concernentes ao andamento do culto.

6. Gastar incontáveis minutos com merchandising e venda de CD, DVD, livros, roupas, etc. Se Jesus vivesse como homem em nossos dias, um azorrague de cordéis seria pouco para expulsar os vendilhões do templo...

7. Interromper a exposição da Palavra para atender o celular. É o cúmulo. Pior é o camarada que atende o telefone e em seguida fala para a igreja que era Jesus pedindo para transmitir um recado à sua noiva. Sensacionalismo puro.

8. Pregar depois da pregação, e em cima da pregação. Há ocasiões em que o preletor traz uma Palavra abençoada, sólida, que verdadeiramente alimenta o povo e, ao devolver o microfone para o dirigente do culto, o mesmo prega novamente para não ficar “por baixo”. Já presenciei ocasiões em que, depois de um sermão de quase uma hora ministrado por um presbítero, o outro que dirigia o culto falou: “Agora vem a sobremesa...”. Falta de ética, falta de humildade, falta de noção.

9. Desandar a falar em língua estranha ao microfone. Não me venha com essa história de “quando o Espírito Santo me toma eu não consigo me controlar”, afinal a Bíblia diz que “... os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas” (I Co 14.32). Ao que nos parece, muitos pastores e cristãos em geral excluíram I Co 14 de suas Bíblias. Como sabemos, o referido capítulo trata do exercício dos dons espirituais e da necessidade de ordem no culto e nos diz, dentre outras preciosidades, que “(eu, Paulo) quero falar na igreja cinco palavras na minha própria inteligência, para que possa também instruir os outros, do que dez mil palavras em língua desconhecida” (versículo 19) e “(...) se não houver intérprete, esteja calado na igreja e fale consigo mesmo e com Deus” (versículo 28). Aconselho-te que leia o capítulo todo, pausadamente, meditando em cada versículo.

10. Ficar mandando o povo apontar o dedo para o irmão do lado e dizer isso e aquilo. Quando se manda o irmão dizer algo para o outro, dá a entender que ele mesmo não tem nada a dizer, necessitando se valer de tais artifícios para prender a atenção da audiência.

Alguém se lembra de mais um item?

Alessandro Cristian

8 comentários:

  1. OLÁ IRMÃO! QUE DEUS CONTINUE USANDO SUA VIDA EM PROL DO REINO! OBRIGADA POR ME SEGUIR, ESTOU SEGUINDO VC TAMBÉM! A GRAÇA E A PAZ! LÍVIA MARIA

    ResponderExcluir
  2. Isso diz muito, eu amo o seu blog. Obrigada e estou ansiosa para ler seu post futuro.Paz!

    ResponderExcluir
  3. Olá irmão José Luis!!!
    Graça e Paz!!!!

    Fiquei muitoooo feliz em receber sua visita em nosso blog. Realmente o blog é uma gde ferramanta para publicarmos a Palavra do Senhor e também para conhecer novos irmãos que fazem parte do corpo de Cristo.


    Seu blog é uma grande bênção.

    Seremos seguidores e sempre estaremos por aqui.

    "Salam! Paz seja com vocês!"

    Abraços
    Suely

    ResponderExcluir
  4. A PAZ DO SENHOR!VI SEU RECADO NO MEU BLOG E DEMOREI A RESPONDER PQ ESTAVA SEM ACESSO A NET MÊS PASSADO. PODE DEIXAR QUE DIVULGAREI SEU BLOG, ESTOU TE SEGUINDO TBM.DEUS TE ABENÇOE.CONTINUE SENDO FIEL AO SENHOR!

    ResponderExcluir
  5. Olá meu querido irmão José Luiz.
    Graça e Paz.
    Gostaria primeiramente de agradecer seu comentário em nosso Blog
    Também gostaria de informar, que já coloquei desde a primeira vez que
    propomos parceria, tando o banner de Jesus está voltando, como também o blog
    da igreja.
    Do lado superior do nosso blog, encontrarás um link onde está escrito:
    Parceiros. Click e verás seus banner's
    Deus te abençoe

    ResponderExcluir
  6. A Santa e Gloriosa Paz do Senhor Jesus, parabéns pelo blog, que Deus continue abençoando poderosamente este maravilhoso trabalho. Obrigada pela visita em nosso blog.Deus te abençoe ricamente em nome do nosso Salvador Jesus. Missionária Cristina.

    ResponderExcluir
  7. http://obramissionariainfantil.blogspot.com novo endereço e novo visual, confira! tudo para Glória do Senhor!!!! um forte abraço!

    ResponderExcluir
  8. Mano Jose Luiz, graça e paz!

    Obrigado pela vista no Conexão da Graça.
    Esse texto é muuuuuiiiittttooooo sugestivo.
    É um raio x de muitos pregadores que para impressionar seus ouvintes os estupram psicológicamente forçando uma situação que não é necessária.
    O Espírito Santo é doce e suficiente para convencer aqueles que estão ouvindo a Palavra.
    Ele não precisa de ajuda performática.

    Um abraço querido,

    Franklin Rosa

    ResponderExcluir

Comente, queremos saber sua opinião.
Deus te abençoe e não te esqueças, Jesus vem!